Após diagnóstico de doença grave, jovem é rejeitada por genitor e internautas enviam mensagens de apoio

Aos 17 anos, Lara luta para viver e enfrentar um trauma. Ao ser diagnosticada com uma doença grave, a jovem foi rejeitada pelo genitor dela, que disse que era melhor ver a filha morta porque morto não gera dívidas. Mas internautas mostraram que a empatia é maior do que tudo e mudaram o rumo dessa história.

A mãe da adolescente, Helen, contou que enfrenta inúmeras dificuldades para manter a filha e seguir com o tratamento dela. “Ela fica triste, chora muito e me pergunta o porquê isso tinha que acontecer com ela. É muito difícil”, contou ao Só Notícia Boa.

Nas redes sociais, internautas mostraram apoio e deixaram inúmeras mensagens de apoio, mostrando que Lara não está sozinha e que é possível mudar o final dessa história. “Deus te abençoe muito”, disse uma seguidora do Só Notícia Boa.

Luta pela vida

Lara sente tantas dores que chega a desmaiar. Hoje, ela tem um catéter no cérebro que está com defeito e se romper totalmente ela não resistirá, infelizmente. É uma verdadeira corrida contra o tempo.

A vida da jovem mudou em 2023, quando ela foi diagnosticada com hipertensão intracraniana idiopática.

Nesse processo, Lara também desenvolveu um aneurisma inoperável na têmpora e um cisto aracnoide na cabeça.

Tratamento delicado

A adolescente, que é do Rio de Janeiro, já passou por duas cirurgias e, com o problema no atual cateter, terá que operar novamente.

O tratamento não é barato e nem simples, mas a mãe vai levando como dá.

Hoje, para conseguir manter pelo menos as consultas, Helen vende empadinhas na porta de casa, mas mesmo assim se vê desesperada, pois o dinheiro não é suficiente.

“Eu tenho que escolher entre pagar o aluguel, levar a Lara no médico ou comprar comida. A minha vida está muito difícil”.

Leia outras histórias do Só Vaquinha Boa:

Com pai internado com câncer e casa alagada, menino autista de 9 anos faz pedido comoventeVaquinha para seu Orvandil, que perdeu tudo para salvar cães no RS, bate meta e internautas querem comprar casaMãe solo de 3 filhos com deficiência leva golpe de pedreiros e internautas se reúnem para ajudar

Dificuldades da família

Helen disse que teve que largar o trabalho fixo porque está praticamente todos os dias com a filha no hospital. Ela também não recebe nenhum tipo de ajuda do pai da Lara.

A mãe da Helen, dona Marta, que mora com elas, é aposentada e ganha um salário mínimo, mas como é cardiopata, gasta parte do valor para compra de medicamentos.

Lara precisa de ajuda urgente para custear o tratamento! Como está sem poder trabalhar, além do dinheiro para o acompanhamento médico, queremos garantir pelo menos seis meses de aluguel para a Helen até que tudo se normalize.

Como ajudar a Lara

Diante toda dificuldade que a família passa, Helen contou que não tem mais como custear o tratamento da filha.

A mãe pediu ajuda ao Só Vaquinha Boa, ja que toda renda que tinha guardada para as consultas, teve que ser utilizada na moradia da família, pois a antiga casa delas pegou fogo.

“Eu como mãe e minha mãe, a avó da Lara, vendemos nossa casa pra custear o tratamento dela. Mas infelizmente a casa onde fomos morar sofreu um incêndio e perdemos quase tudo”, disse.

Nós podemos ajudar a Lara a viver! Contamos com você!

Doe pelo Pix: lara@sovaquinhaboa.com.br

ou pelo link da vaquinha, clicando aqui.

* Todas as notícias são retiradas de fonte de sites conforme informado na última linha “apareceu primeiro em …”

Compartilhe esta postagem:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias
Previsão do Tempo
+27
°
C
+28°
+23°
Campos dos Goytacazes
Quinta-Feira, 01
Ver Previsão de 7 Dias
Categorias

Assine nossa newsletter

Queremos oferecer para os ouvintes a playlist das melhores músicas Pop Rock!

Iniciar Conversa
Oi, Seja bem vindo(a)!
Olááá! Obrigado por ouvir a Rádio Capital Fm !!!