Idoso de 66 é aprovado em Física na universidade federal e realiza sonho

O Brasil se inspirou com a história desse idoso de 66 anos aprovado em Física em uma universidade federal. Ele vai realizar o sonho antigo de estudar. Muito inspirador.

Antônio Nazaré se inscreveu em um cursinho preparatório e realizou o Enem pela primeira vez no ano passado. O estudante era exemplar, chegava primeiro e era o último a sair.

Tanta dedicação não tinha como terminar diferente: a lista dos aprovados na Universidade Federal de Mato Grosso saiu, e o nome de Antônio estava lá.

Histórico de estudos

Casado há 38 anos, com dois filhos e um neto, o idoso sempre foi muito estudioso.

Nascido em Santo Antônio de Leverger, 35 km de Cuiabá, ele começou a carreira em 1986, quando ingressou na Força Aérea como inspetor de aviação.

Formado em licenciatura de ciências, o homem concluiu o curso em 1987 e chegou a atuar como professor de matemática. Hoje, ele é produtor rural.

De primeira!

Com o sonho de voltar ao mercado de trabalho, ele se inscreveu em um cursinho preparatório no ano passado. Era a primeira vez que Antônio realizaria o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem.

Segundo Carlos Bidu, professor do cursinho semi-extensivo onde Antônio estudou, o idoso era muito dedicado.

“Ele era o primeiro a chegar e sentava na frente. É muito querido pelos colegas. Os jovens acharam diferente alguém com a idade do Antônio querer fazer faculdade”, contou.

Dificuldades superadas

E as dificuldades foram ficando pelo caminho. Uma a uma, elas foram sendo superadas.

No começo, ele até chegou a ter dificuldade, mas o foco foi maior que tudo!

“Lógico que no começo ele teve algumas defasagem, pois teve que compensar alguns assuntos do ensino médio, mas ele chegava cedo e só ia embora no final da aula”, contou.

Leia mais notícia boa

1º indígena surdo se forma em universidade federal do MS e comemoraIdosa de 90 anos conclui mestrado em universidade acompanhada do neto de 23Jovem passa em Medicina em 6 universidades públicas

Aprovação em Física

O curso também não foi decidido aleatoriamente. Ele quer seguir carreira como pesquisador!

“Andei pesquisando e esse curso é voltado para área de pesquisa. Meu interesse é fazer pesquisa para se relacionar com grandes empresas. Então, vou estudar para isso e quero competir no mercado de trabalho para exer a profissão”,

Agora, com a vaga garantida, o homem está super feliz.

Ele inclusive fez questão de pintar as mãos e carimbar uma parede com a marca de todos os aprovados do cursinho.

Antônio tem o sonho de voltar para o mercado de trabalho e ele está prestes a conseguir. Foto: Arquivo pessoal.

Com informações de G1.

* Todas as notícias são retiradas de fonte de sites conforme informado na última linha "apareceu primeiro em ..."

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

CONECTE-SE CONOSCO

Iniciar Conversa
Oi, Seja bem vindo(a)!
Olááá! Obrigado por ouvir a Rádio Capital Fm !!!