Número de manifestantes em acampamento bolsonarista de Campos diminui nesta segunda

(Foto: J3News)

O número de manifestantes em acampamento de bolsonaristas instalado próximo à 2ª Companhia de Infantaria, na avenida Deputado Bartolomeu Lizandro, no Jardim Carioca, no subdistrito de Guarus, diminuiu na manhã desta segunda-feira (9), um dia após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinar a desmobilização de grupos insatisfeitos com os resultados da votação em áreas próximas a unidades do Exército Brasileiro (EB).

O acampamento foi erguido após a vitória do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de outubro de 2022 e chegou a reunir dezenas de pessoas que pediam ação das Forças Armadas contra o governo eleito. O clima foi descrito como de “fim de festa”. Segundo testemunhas, os manifestantes deixavam o local voluntariamente. Por volta das 11h, apenas 10 pessoas permaneciam no local.

Moradores do bairro afirmam que uma barraca maior, que havia sido montada pelos manifestantes, já foi retirada. Outra, menor, continuava no local.

No local, a equipe de reportagem do J3News foi informada de que a 2ª Companhia de Infantaria não teria sido notificada da ordem de retirada dos manifestantes. O jornal encaminhou o Ministério da Defesa, por meio de sua assessoria de comunicação, se alguma ação será adotada para retirar os manifestantes e aguarda resposta.

LEIA TAMBÉM

Ministros do STF classificam de “terroristas” os atos antidemocráticos

Governador do Distrito Federal é afastado por ministro STF por 90 dias

Castro condena atos em Brasília e afirma que será “enérgico” contra manifestações antidemocráticas no Rio

Parlamentares vão propor CPI para apurar ação de manifestantes no DF

AGU pede ao Supremo prisão de secretário de segurança do DF, Anderson Torres

Bolsonaro compara ato radical a protesto de esquerda

Acampamento de manifestantes no DF é desocupado por forças de segurança; polícia fala em 1,2 mil presos

Em nota, a Polícia Militar (PM) informou que o governador Cláudio Castro (PL) “determinou que as inteligências das polícias trabalhem conjuntamente para garantir a segurança de toda a população”. A corporação, no entanto, não deu detalhes de qual será o papel do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM) em uma eventual ação de desmonte das estruturas restantes.

A Prefeitura de Campos também foi procurada, por meio de assessoria de comunicação, para saber se a Guarda Civil Municipal (GCM) participará de alguma eventual ação para desmobilizar os manifestantes e também aguarda um posicionamento.

O post Número de manifestantes em acampamento bolsonarista de Campos diminui nesta segunda apareceu primeiro em Terceira Via.

* Todas as notícias são retiradas de fonte de sites conforme informado na última linha "apareceu primeiro em ..."

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

CONECTE-SE CONOSCO

Iniciar Conversa
Oi, Seja bem vindo(a)!
Olááá! Obrigado por ouvir a Rádio Capital Fm !!!