Justiça decreta sigilo sobre investigações de tentativa de atentado a bomba em Brasília

George Washington Sousa durante audiência de custódia. (Foto: Reprodução)

A Justiça do Distrito Federal decretou sigilo sobre as investigações que apuram a tentativa frustrada de atentado a bomba nas imediações do Aeroporto de Brasília, no dia 24. A requisição foi feita pelo Ministério Público (MPDFT), a pedido do delegado do Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Decor) da Polícia Civil do DF Jorge Teixeira.

“Os fatos são extremamente graves e o sigilo das investigações pode viabilizar a identificação de outros envolvidos […] O material encontrado com o investigado e a informação de que há outras pessoas envolvidas no plano se configuram como de relevante interesse público“, diz trecho da representação encaminhada pelo MPDFT, à qual O Antagonista teve acesso.

A Decor investiga a tentativa de explosão de um caminhão-tanque, na qual estariam envolvidos participantes do acampamento bolsonarista localizado em frente ao QG do Exército. No dia seguinte ao atentado, a PCDF prendeu George Washington de Oliveira Sousa (foto), suspeito de ter preparado a bomba. Ele a teria entregado a Alan Diego Rodrigues, supostamente responsável por “plantar” os explosivos no veículo (e não em uma linha de transmissão de energia, como originalmente planejado). Rodrigues é procurado pela PCDF.

Fonte: O Antagonista

O post Justiça decreta sigilo sobre investigações de tentativa de atentado a bomba em Brasília apareceu primeiro em Terceira Via.

* Todas as notícias são retiradas de fonte de sites conforme informado na última linha "apareceu primeiro em ..."

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

CONECTE-SE CONOSCO

Iniciar Conversa
Oi, Seja bem vindo(a)!
Olááá! Obrigado por ouvir a Rádio Capital Fm !!!