Prefeitura estuda solução para os alagamentos em Guarus

Prefeito e equipe vistoriam o piscinão (Fotos: Silvana Rust)

A chuva é uma preocupação constante para grande parte dos moradores do Parque Santa Rosa. No bairro, muitas ruas são afetadas pelas cheias, causadas pela falta de vazão da água. No local há um reservatório, o chamado piscinão, mas devido ao acúmulo de lixo e entulho jogado nas ruas, as bombas queimam e não conseguem fazer a sucção da água. Na manhã desta quarta-feira (21), o prefeito Wladimir Garotinho foi ao bairro, junto com as equipes da Defesa Civil, Secretaria de Obras e Secretaria de Família e Assistência, para atender às famílias que foram atingidas pelas últimas chuvas e para estudar uma solução para o problema.

Durante a visita, o prefeito chegou a conclusão que a solução para o bairro é fazer um mini “Bairro Legal”, uma obra de remodelagem completa das ruas, mas esta é uma obra complexa e que precisa de estudos e posteriormente licitação, mas que enquanto isso é necessário que haja um reparo emergencial. “Nós encontramos tubulações completamente entupidas, não adianta mexer agora. Nós vamos vedar algumas, ligar a outras, para tentar fazer com que a água escoe mais rápido. Vamos também limpar novamente o piscinão, que mais uma vez está sujo. É importante o povo entender, que todo o lixo que ele joga na rua vai pra algum lugar. Vai pra galeria, vai pro ralo, vai pro piscinão e nessa hora gera esse tipo de problema”, diz o Wladimir.

Família já perdeu duas geladeiras

Água causou estragos
Alexandre da Lapa tem 40 anos, ele mora a vida inteira no Santa Rosa e diz que sempre vu esse cenário após as chuvas fortes. Ele abriu a casa da irmã para mostrar os estragos feitos pela chuva. “Aqui vocês podem ver, meu cunhado tinha acabado de pintar a casa pro natal, tudo que ele e minha irmã tem é com sacrifício e mais uma vez perderam várias coisas. Dentro de casa está tudo molhado. Geladeira é a segunda que eles perdem”, lamenta.

A casa ainda tem lama e muita umidade. A família precisou se abrigar na casa de parentes, e o retorno vai demorar, porque a casa ainda tem muita lama e unidade.

Cirslaine teve que sair de casa com a família

Na casa de Crislanine Ferreira, a última chuva causou muitos transtornos e prejuízos. Todos os móveis ficaram molhados, a rede elétrica foi comprometida, as páreas, o chão e o teto estão com muita umidade e parte da laje desabou. As paredes estão apresentando rachaduras e todas as roupas dela, das três filhas e do marido foram molhadas. Ela está ficando com a família, provisoriamente na casa da sogra.

O secretário de Família e Assistência, Rodrigo Carvalho, disse que a família será inserida no programa de aluguel social. “Ainda hoje a Defesa Civil vai a casa dela fazer o laudo e ela será encaminhada para o aluguel social, que é de até meio salário mínimo. Ela está sendo orientada a procurar a procurar uma casa para abrigas a família”, disse o secretário.

Durante todo o percurso feito pelo prefeito com a equipe as pessoas o abordavam, muitos para dar opinião sobre as soluções para o bairro, outros para pedir cestas básicas. “Nós já viemos hoje trazendo as cestas básicas, as assistentes sociais da Secretaria estão aqui para atender a todos, porque nesse momento nós temos que atender o que é prioridade e comida é prioridade”, ressalta o prefeito.

O secretário de Defesa Civil, Alcemir Pascoutto, reforça o pedido para que a população não jogue lixo e entulho nas ruas. “Ao longo do caminho aqui nós podemos verificar muito lixo, entulho, resto de obras, e tudo isso, quando chove, a água transporte para dentro dos bueiros, que ficam totalmente tomados por matérias sólidos”, diz o secretário.

Durante a inspeção, o prefeito Wladimir Garotinho solicitou que a equipe da concessionária de Água e Esgoto, Águas do Paraíba, também enviasse uma equipe ao local, para discutir as soluções, junto com os engenheiros consultores que acompanharam a equipe da Prefeitura.

O post Prefeitura estuda solução para os alagamentos em Guarus apareceu primeiro em Terceira Via.

* Todas as notícias são retiradas de fonte de sites conforme informado na última linha "apareceu primeiro em ..."

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

CONECTE-SE CONOSCO

Iniciar Conversa
Oi, Seja bem vindo(a)!
Olááá! Obrigado por ouvir a Rádio Capital Fm !!!